Bolsonaro considera não estabelecer teto de gastos para as Forças Armadas

Para Bolsonaro, os aumentos salariais para militares, assim como os investimentos em infraestrutura, devem ser tratados como prioridade.

“Essa questão tem sido muito conversada com o (economista e futuro ministro da Fazenda) Paulo Guedes. Nós temos um orçamento diminuto, mas precisamos entender que aportes para as Forças Armadas são investimento e não despesa. O que for possível, faremos sim”, declarou o presidente eleito. Para saber mais, clique aqui.

Deixe uma resposta