A fusão dos ministérios da Fazenda e da Indústria e Comércio Exterior começa a sair do papel.

Deverão ficar sob responsabilidade da nova pasta pelo menos cinco secretarias: advocacia da concorrência e produtividade, competitividade industrial, comércio e serviços, inovação e micro e pequena empresa. Também poderá ser anexada a Secretaria de Políticas Públicas de Emprego, do Ministério do Trabalho. Para saber mais, clique aqui.