A ministra do STF concedeu decisão liminar para suspender os efeitos que determinaram o ingresso de policiais em universidades. A ministra sustenta que as decisões que autorizaram as buscas nas universidades apresentam um ‘subjetivismo’ incompatível com a função do juiz e que há erro de interpretação da lei. Para saber mais, clique aqui.