Os coordenadores das campanhas dos presidenciáveis foram chamados para assinar um acordo contra notícias falsas. TSE lançou página que combate “fake News”. Para saber mais, clique aqui.