Whatsapp avalia propostas para conter disseminação de notícias falsas

Depois de entrar na mira da Justiça Eleitoral por conta da disseminação de notícias falsas no primeiro turno das eleições 2018, o WhatsApp prometeu avaliar sugestões do Conselho Consultivo Sobre Internet e Eleições do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para combater as “fake news”, segundo apurou o Estadão/Broadcast. (Ver na íntegra: clique aqui)

Deixe uma resposta