Interferência de facções nas eleições no Ceará desafia autoridades

Uma circular de determinada facção do Ceará proibia que moradores votassem em determinados candidatos ou que o material de suas campanhas chegassem aos territórios. Apesar das coações, segundo Raquel Machado, as vítimas estariam protegidas já que o voto é secreto. Já César Barreira analisa que a imposição de votos é reafirmação de poder de grupos criminosos. As apurações do órgão responsável sobre o caso ainda é incipiente. (Ler na íntegra: clique aqui)

Deixe uma resposta