Em sabatina de cerca de 27 minutos nesta segunda-feira (27) no Jornal Nacional, da Rede Globo, o candidato do PDT à presidência, Ciro Gomes ( PDT), defendeu-se sobre as suas declarações de que colocaria o “Ministério Público na caixinha” e que receberia o juiz federal Sérgio Moro a bala caso tentasse prendê-lo. Ciro Gomes também deu explicações sobre sua relação com Lula e por que não fez uma acusação formal sobre o que sabia de Sérgio Machado. “Quem faz acusação ao Ministério Público assume o ônus da prova”, apontou o presidenciável pelo PDT. (Fontes: G1 e Infomoney)